• SAFRA Agronegócios,
    AGRICULTURA com tecnologia e responsabilidade

  • SAFRA Agronegócios,
    AGRICULTURA com tecnologia e responsabilidade

  • SAFRA Agronegócios,
    AGRICULTURA com tecnologia e responsabilidade

Baixo

PRODUTIVIDADE E SUSTENTABILIDADE

Safra Agronegócios, nossa produção é trabalhada em propriedades rurais localizadas no Estado do Tocantins. As fazendas são equipadas com modernos aparatos tecnológicos, que garantem a otimização da produtividade e o consequente aumento da rentabilidade.

As plantações de soja e de milho são tratadas com sistemas produtivos avançados e biotecnlógicos, incluindo o uso de sementes melhoradas, o plantio direto, a análise localizada de produtividade, a fixação de nitrogênio e os mais avançados métodos fertilização.

Isso sem esquecer da segurança.

As culturas são submetidas a procedimentos rigorosos de acompanhamento digital e mapeamento ininterrupto de pragas e doenças.

Tudo com o menor impacto ambiental possível.

TECNOLOGIA NO PLANTIO

A soja é o grão mais cultivado em território nacional e representa quase metade das exportações do mercado agro brasileiro.

Sua comercialização internacional retorna mais de U$S 25 bilhões, anualmente, para a balança comercial, superando inclusive os valores atingidos com a exportação de minérios.

O milho aparece em seguida, com a segunda maior cultura de importância na produção agrícola brasileira Em 2017, o País exportou quase 30 milhões de toneladas do grão, o que gerou volume de vendas superior a U$S 4,5 bilhões.

A Safra Agronegócios conta com uma completa estrutura física e tecnológica para a produção de soja e milho - dois dos principais insumos plantados no País.

ESCOAMENTO EFICIENTE

Nossas terras estão geograficamente próximas ao Terminal de Integração Palmeirante , responsável por viabilizar o escoamento da produção de soja e milho pelo Porto de Itaqui (MA) - a mais nova fronteira agrícola do País, abastecida Ferrovia Norte Sul.

O Terminal atende ao volume de 2,6 milhões de toneladas de grãos por ano, com o máximo de eficiência. A estação tem suporte para descarregar 40 caminhões por hora e carregar um trem de 80 vagões em 4,5 horas.

A via férrea percorre mais de 8 mil quilômetros de malha ferroviária no Brasil, com aproximadamente 800 locomotivas e 22 mil vagões.